11 outubro 2014

Quanto tempo!!!!

Meu Deus, eu desapareci!!!!
Muitos problemas e falta de tempo...

Mas estou sempre visitando os blogs amigos.

Desta forma, encontrei esse, do qual fiquei amiga de imediato. 

Ele é escrito pela Renata Perito que faz jus ao nome e é perita na costura e nas dicas.  

As fotos são de lá.

Visite: http://www.renataperito.com




21 abril 2014

Belos Livros


O Metropolitan Museum of Art está disponibilizando vários livros de moda para download gratuito.

São todos em inglês, obviamente, e basta clicar em cada nome para acessar o link correspondente e obter sua cópia em PDF.

A lista é bem grande, e não se limita à moda, incluindo muitos livros de arte.  Coloquei somente algumas capas aqui, mas vale a pena pesquisar no site por mais.

http://www.metmuseum.org/research/metpublications/Christian_Dior?Tag=&title=&author=Koda,%20Harold&pt=&tc=&dept=&fmt=






 
Christian Dior - Martin, Richard, and Harold Koda (1996)





Haute Couture - Martin, Richard, and Harold Koda (1995)


























 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Martin, Richard, and Harold Koda (1994) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dangerous Liaisons: Fashion and Furniture in the Eighteenth Century - Koda, Harold, and Andrew Bolton, with an introduction by Mimi Hellman (2006)

























 










The Ceaseless Century: Three Hundred Years of Eighteenth-Century Costume
Martin, Richard (1998)




























25 março 2014

Glossário de moda on-line

http://glossario.usefashion.com
Informação preciosa precisa ser compartilhada: 
O site http://glossario.usefashion.com oferece um glossário on-line de termos de moda.
Cada item vem, inclusive, com uma imagem correspondente. 
Muito bom!

25 janeiro 2014

Um Guia para a Costura de Moda

A Guide to Fashion Sewing
Connie Amaden-Crawford (2010)
Fairchild Books (376 pág.)
(em inglês)

Costura.

Manual de costura, muito bem ilustrado com desenhos do passo-a-passo e vem acompanhado de CD com vários arquivos e pequenos vídeos.
Inicia com aquela parte obrigatória dos livros americanos sobre materiais, tipos de tecidos, como dispor os moldes sobre o pano, pontos à mão, etc., que se repete tanto em todos os livros que já não aguento mais....  

Começa mesmo na página 82, com uma orientação sobre a ordem de costura das partes de uma roupa e, em seguida, detalha em cada capítulo:  pences, pregas, costura em viés, malhas, ziperes, bolsos,  mangas e punhos, golas, decotes, acabamentos, forros, peças de alfaiataria, cinturas, bainhas e fechamentos.

Me lembrou o excelente Professional Sewing Techniques for Designer's de Julie Cole e Sharon Czachor.

Esse é um pouco mais direcionado para iniciantes, as ilustrações estão mais organizadas, bem passo-a-passo mesmo, mas, ao mesmo tempo, menos abrangente.

Por pouco eles não se igualam, mas continuo preferindo aquele.  

Mas, na impossibilidade de encontrar aquele, vale a pena comprar esse. 

Também recomendado. 
[terminei em 26/06/2013]

15 janeiro 2014

Livro: Fazendo vestidos

Dressmaking
Alison Smith (2012)
DK Publishing (275 pág.)

Costura.

A proposta do livro é interessante, de mostrar modelos básicos de vestidos, blusas, saias, calças, jaquetas com algumas variações simples de cada uma.
E a construção de cada uma é mostrada passo-a-passo.

O único porém é que o livro é muito longo (e, conseqüentemente, caro) à toa.

Começa com toda aquela introdução a respeito dos materiais, ferramentas, que tem em todos os livros americanos/ingleses...
Mais uma seção sobre tecidos...
Ou seja, 79 páginas desnecessárias.

Depois, uma outra seção a respeito de elementos básicos de costura... e o livro começa, mesmo, na página 129... e termina na 275, já que, depois, há somente desenhos, em tamanho reduzido, dos moldes (o que não ajuda muito..).



Mas, como disse antes, a idéia de acompanhar toda a construção da peça, do começo ao fim, é ótima.  A maior parte dos livros ensina a costurar a gola, o bolso, a bainha.... e muitas pessoas ficam em dúvida de qual a ordem a seguir, além de ser ótimo um tutorial seguidinho, com todos os passos necessários juntos, com fotos.

Não é essencial, mas é bom para as iniciantes.

[terminei em 21/06/2013]

01 janeiro 2014

Tirando medidas

O primeiro passo para poder traçar os moldes é ter em mãos as medidas da pessoa que irá usar a roupa.

As confecções estabelecem tabelas (que variam bastante de uma para a outra), mas quando se vai costurar para uma pessoa específica, o melhor é tirar as medidas.

E quais são as necessárias?

As principais são as das partes protuberantes do corpo, ou dos pontos de apoio da roupa, ou seja, quadris, busto, cintura, altura de cada uma dessas medidas, tanto na frente quanto nas costas, mas quanto mais medidas melhor, o molde ficará mais preciso.

Em geral, as medidas são tomadas na circunferência e divididas para a frente e costas, mas há casos em que é preciso marcar a diferença entre estas  partes, como quando a pessoa tem um abdome mais protuberante, um busto mais farto sem que as costas sejam cheias, nádegas mais volumosas, etc...  Nestas situações, se a medida for tomada e dividida de forma igual, as costuras laterais ficarão distorcidas, tendendo para o ponto mais cheio.

Ao medir, não aperte a fita métrica nem deixe folga.  Envolva a área com a fita suavemente.
As folgas serão dadas no momento de estabelecer o modelo.

Cintura (5 e 18) = A forma mais fácil de saber onde fica exatamente a cintura é amarrar um elástico na região e se mexer um pouco para todos os lados, ele irá se ajustar no lugar.
Deixe o elástico, ele vai facilitar a tomada de outras medidas.

Busto (3) = meça no ponto mais volumoso que, normalmente, é na altura dos mamilos.
Altura do busto (1) = distância entre o ombro e o mamilo.
Distância entre os mamilos = serve para marcar pences.

Peito = medida tirada na altura das axilas, acima do busto.
Altura do peito = distância entre o ombro e a medida acima.

Distância entre as cavas (2 e 16) = meça na parte mais plana acima do busto e em igual altura nas costas e, obviamente, a altura dessa medida...

Altura da blusa (8, 13 e 14) = verifique a distância do ombro à cintura passando pelo busto, no meio das costas e passando pelo omoplata.  É bom ter as duas medidas, porque o meio das costas pode ser bem mais fundo que a região dos omoplatas. A diferença pode ser mais substancial em pessoas com as costas arqueadas.

Quadris (10 e 21) = meça no ponto mais cheio. Na dúvida, tente mover a fita métrica. Se a medida foi feita realmente no ponto da maior circunferência, ela não vai prender em lugar algum. Se não, meça novamente.

Pequeno quadril (9 e 20) - meça onde começa a curva do quadril.

Altura de cada uma... a partir da cintura (não estão marcadas no desenho).

Altura da saia (6, 7 e 24)= da cintura até o ponto desejado.  Meça tanto na frente, costas, como do lado.  (não custa nada e faz diferença se a pessoa tem um culote avantajado, um bumbum mais notável...).

Decote  = coloque um cordão curto e se mexa. Meça a parte das costas nos pontos onde ele parar e, na parte da frente, abaixo dos ossinhos.  Se o decote ficar acima deste ponto, dá uma sensação desagradável...  Esta é a medida básica. Na modelagem, você irá definir o desenho do decote.  Meça, então, a profundidade, ou seja, do ponto mais alto do ombro, até o mais baixo do decote desejado.  Caso vá fazer uma blusa com gola subida, meça também o pescoço.

Ombro (12) = do ponto em que o cordão parava até a ponta do ombro. Coloque a mão sobre a articulação e levante e abaixe o braço: você vai sentir onde fica o ponto certo.

Largura do braço (19) = a circunferência do ponto onde o braço é mais cheio. Mova o braço para que os músculos apareçam e a medida fique correta.

Cotovelo (23) = circunferência do cotovelo, no maior ponto.  Só será necessária em caso de mangas muito justas...

Pulso (22) = para mangas com abertura.  Se a manga não tiver fenda para abertura e fechamento, meça a maior circunferência de seu punho (mão fechada).

Comprimento do braço (15) = Meça da articulação do ombro até o ossinho do pulso, com o braço dobrado (senão a manga rasgaria ao ser vestida...).

A essa altura você já está perguntando se não precisa medir também a paciência.... mas já acabou.

30 dezembro 2013

Saias assimétricas

Existem modas que passam.
Mas penso que o que nos agrada pode ser usado independentemente da moda.

 Estas saias assimétricas tiveram presença garantida em todos os sites e blogs de moda deste ano.

Algumas, na realidade, eram shorts com uma sobressaia na frente...

Eu ainda não tive nenhuma, mas elas ainda têm chance comigo. 







Claro que em um comprimento mais moderado.... afinal nem a idade nem as pernas permitem mais certos abusos...

Qual dessas vocês escolheriam?





28 dezembro 2013

100 Anos de Moda

100 Anos de Moda
Cally Blackman (2011)
trad. Mario Bresighello
PubliFolha 391 pág.

Moda.

Livrão, capa dura, com muitas fotos.

Muitas mesmo.

Quanto ao texto, esse não acrescenta nada, é claramente tendencioso (a autora é inglesa e a gente quase acredita que a Inglaterra foi responsável por tudo o que aconteceu com a moda no mundo...) e, conseqüentemente, tem vários erros históricos.
Mas as imagens, misturando fotos de moda, de anúncios, de celebridades e de manequins, com fotos de pessoas comuns, em todas as épocas, devidamente ordenadas cronologicamente,  fazem o livro valer a pena.
[terminei em 11/02/2013]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...